Do Baú A Caminho Como eu Conto Da Varanda Pequenos Tratados

Os relacionamentos humanos se justificam fundamentalmente pela proteção mútua, todos eles. Dos negócios que realizamos ao casamento.

Post arquivado em:
Audio


Quanto menos somos o que devemos ser, maior o desejo de ser o que o outro é.

Post arquivado em:
Audio


Cada um de nossos sacrifícios pode ser um ato de fé, como quem crê que a ressurreição é a última palavra.

Post arquivado em:
Audio


Ou vivemos conscientes de quem somos e do impacto disso na vida, ou caminhamos displicentes, como quem nunca é e nunca está presente no que diz e faz.

Post arquivado em:
Audio


As paixões se explicam “por causa de”. O Amor se manifesta “apesar de”.

A trilha sonora desta reflexão é uma das mais belas canções que já ouvi e uma das que mais expressam minha oração, meu desejo de vida:
https://www.youtube.com/watch?v=T3x9w7k-k_8

Post arquivado em:
Audio


Perguntaram-me sobre dúvidas e medos. Os tenho. Lembrei-me do versículo de João: “o perfeito amor lança fora o medo; aquele que teme não está aperfeiçoado no amor”. Fez mais sentido. Conforme vou sendo aperfeiçoado pelo amor, vou temendo menos. Eu temo, não estou aperfeiçoado. Nem no amor que dou, nem no amor que recebo. Vou levando. Só não desisto. Sigo com medo mesmo. Sigo, ora duvidando, ora confiando um bocado. Sigo. Um dia acho que entenderei que é assim que se vive, seguindo.

Post arquivado em:
Citações


14 de setembro de 2016

Exponha-se, somente às claras é que as questões da alma podem ser vistas; como quando acendemos a luz para enxergar o ambiente em que estamos. Entretanto, exponha-se com cuidado, não é qualquer pessoa que pode ver sua intimidade, nem todos são confiáveis e sua vida não é novela; isto, claro, considerando que você não quer apenas aparecer. Exponha a si mesmo, jamais aos outros, de nada adianta procurar ajuda para falar de outras pessoas com quem se relaciona. Muitos processos de aconselhamento e terapia não são bem sucedidos justamente porque ao dizer que se procura ajuda, muitas vezes está buscando álibi, testemunha de suas próprias razões, concordância com suas reclamações. Exponha a verdade de si mesmo, não perca tempo, não gaste tempo dos outros; não se preocupe em impressionar seu ouvinte, isso não trata, não cura, apenas alimenta vaidades.

Post arquivado em:
Posts


Escolher é abrir mão. Importante saber que boa parte do que acreditamos serem oportunidades e possibilidades é apenas ilusão.

Post arquivado em:
Audio


13 de setembro de 2016

Setembro traz a primavera e talvez seja mesmo a melhor época do ano para falarmos honestamente sobre o suicídio, que é, em última análise, o fim da esperança. Para a Religião é um tabu. Para as pessoas que buscam a Deus, uma possibilidade. Elias foi um dos mais importantes profetas da Antiguidade e chegando a níveis profundos de desesperança, disse que seria melhor morrer. Jonas, confessou o mesmo. Jó, sentiu tais dores. Davi mencionou em seus Salmos.

Em algum momento da vida será normal querer morrer.

Algumas pessoas, porém, são tão pressionadas por situações, experiências e pela freqüência de tais sentimentos, que decidem dar fim à vida.

O bullying é uma causa, quando alguém é submetida à longos processos de vergonha, humilhação, exposição públicos. Em tempos de internet e redes sociais, uma pessoa pode ser destruída em poucas horas. É necessário prestarmos atenção na prática do vexame e da humilhação e protegermos as pessoas que estão sendo submetidas, especialmente crianças e adolescentes. Não se pode subestimar o poder de tais exposições, que muitas vezes começam com brincadeiras, mas se tornam uma séria causa de suicídio.

A solidão e as neuroses que a solidão produz, que fazem alguém se sentir tão só, tão invisível, tão desnecessário, que parece lógica a decisão de se matar, afinal, se não há ninguém que note, que sente falta, que precise de si, não há razão de viver. É muito comum que uma experiência simples de solidão gere um processo mental neurótico, não necessariamente verdadeiro, de que não há um ser humano sequer no mundo que se importe consigo. Por isso que muitas vezes uma pessoa comete suicídio mesmo tendo vários amigos e família, mesmo rodeado de gente. Pode ser que nossa mente produza este fenômeno mesmo quando não estamos de fato sozinhos. Precisamos prestar atenção a pessoas que costumam evidenciar sua solidão, mesmo quando convivem com outras pessoas. E devemos prestar atenção a pessoas que de fato vivem muito sós, que não convivem com outras pessoas, mas somente através das redes sociais.

Um abuso psicológico, físico, sexual, com privação de liberdade e agressão. Especialmente quando crianças e adolescentes, que se sentem ameaçados caso procurem ajuda e sofrem muito por se sentirem desamparados. Sentem medo de contar, sentem raiva por não terem sido protegidos, sentem vergonha por serem submetidos a tais agressões. Quando não tratado profundamente, esse trauma é causa frequente de suicídios. Precisamos nos aproximar de nossos filhos e de todas as crianças e adolescentes de nosso círculo de relacionamento, buscando evitar tais riscos; atentos para intervir e proteger caso aconteça; amando, acolhendo e tratando quem já foi vítima de tais abusos.

O fracasso, a falência. Muitas pessoas que experimentam uma grave perda na vida, seja profissional, financeira, familiar, se sentem tão frustradas e envergonhas que consideram seriamente a morte como única opção. Precisamos apoiar pessoas que vivem profundas perdas, com encorajamento e atenção, a fim de que recomecem suas vidas.

Sentir vontade de morrer é comum. Considerar realmente que a morte seria a melhor solução para problemas ou uma vida que parecem insolúveis é uma possibilidade a qualquer pessoa. Desenvolver uma ideia fixa de morte, planeja-la, contabiliza-la, enfim, é sinal de que estamos adoecidos e precisamos de ajuda.

Prestar atenção sensível a essas possibilidades e às pessoas que dão tais sinais é necessário, é possível, é divino. Sobretudo, tratar com cuidado todas as pessoas com quem convivemos, com afeto, com atenção, é um chamado de Deus à vida.

Sejamos honestos, atentos, cuidadosos, respeitosos e proativos. Não se sabe quando, mas certamente com o passar dos tempos, tais fenômenos serão cada vez mais frequentes, até chegarem os dias em que “os homens desejarão a morte e não a acharão; desejarão morrer e a morte fugirá deles” (Apocalipse 9.6).

O Amor sempre vence!

©2016 Alexandre Robles

Post arquivado em:
Posts


Alguém me perguntou o que é seguir a Jesus. Segui-lo é viver como Ele viveu. E pra saber como Ele viveu, basta ler os Quatro Evangelhos. Ler de modo simples, frequente, acolhendo o que faz sentido à própria alma e reservando o que ainda não se entendeu, ali à frente se entenderá. Simples assim. E por ser simples, parece ofender nossas pretensões intelectuais e filosóficas; por ser simples, complicamos para nos isentar de responder honestamente a tal desafio; por ser simples, cabe em tudo o que é humano, das percepções ao comportamento, nada do que é humano fica de fora da humanidade de Jesus, revelada nas poucas e suficientes histórias registradas.
Este é o Evangelho.

Post arquivado em:
Citações


IMG_0060 copycortada2
IMG_0075copycortada2
IMG_0078 copycortada2

BIOGRAFIA

Alexandre Robles é teólogo, pastor, palestrante e escritor. Formado em Teologia pela Faculdade Teológica Batista de São Paulo, publica conteúdo no site e www.alexandrerobles.com.br e na página do facebook www.facebook.com/alexandrerobles1. É casado com Raquel e é pai do Felipe, atualmente reside em Sorocaba-SP.

SEJA PARCEIRO

Contribua para que o Alexandre possa continuar dedicando a vida ao ministério.

CLIQUE AQUI

Redes Sociais:

Comprar versão Eletrônica
Quem Recomenda:

“O Alexandre combina poesia e verdade. Beleza e mistério. Vocação e alegria. Cotidiano e eternidade. Por ter mergulhado na graça, a respinga por onde passa e assim atrai aqueles que procuram o caminho do evangelho, a trilha do perdão. Há muito tempo sonhei com este momento e é uma honra poder recomendar estes ensaios de esperança, que tantas vezes me fizeram crer na redenção de todas as coisas. Muitas destas páginas se tornarão amigas da tua vida”.

Thiago Grulha
Cantor, compositor e escritor

– – – – –

“Conheci o pastor Alexandre a partir do púlpito. Ainda não tivemos tempo de estreitar laços, mas a sua fala me convidou a ótimas reflexões e colocou meu coração diante de um evangelho apresentado com simplicidade profunda. O autor sabe ir profundo na simplicidade. Este livro é alívio para todos. Um bálsamo para aqueles que ferem os pés caminhando na verdade da vida. Um necessário sussurro nestes dias de tantas tempestades. Que o Amor nos conduza às águas tranquilas”.

Paulo César Baruk
Cantor, compositor e produtor musical

– – – – –

“Meditar é a arte da busca pelo sentido!
Pelo sentido da coisa em si.
Pelo sentido dos efeitos provocados por qualquer coisa.
Pele sentido do efeito que a busca pela verdade provoca.
Pelo sentido das falas.
Pelo sentido de dar sentido ao que fala.
Pelo sentido do que se ouve.
Pelo sentido que o que se ouve ganha.
Para meditar é preciso saber ouvir.
Para meditar é preciso saber ler.
Para meditar é preciso saber sentir.
Para meditar é preciso de mente e coração.
Para meditar é preciso ter esperança.
O que temos aqui são meditações.
Meditações são fruto de arte.
Meditações são frutos de perspicácia.
Meditações são frutos de experiência.
Meditações são enfrentamentos de quem busca na esperança de encontrar.
Encontrar Paz.
Encontrar Vida.
Encontrar Razão.
Encontrar Deus.
O que temos aqui são meditações de quem apascenta desafiando a viver.
Eu me senti desafiado.
Boa Pastor!”

Ariovaldo Ramos
Presidente da Visão Mundial, pastor, escritor e conferencista

– – – – –

“Alexandre Robles possui uma compreensão excepcionalmente clara e bíblica sobre Deus e o ser humano. Creio que cada texto, cada palavra apresentada são capítulos de vida onde o autor experimentou a ação de Deus de uma forma muito profunda, pessoal e presente. Com textos simples, como simples é o autor, ele nos faz chegar mais perto de Deus e nos ajuda a refletir sobre nossa condição humana. A leitura deste livro não somente irá edificá-lo, como tem edificado a minha, como também trará ao mesmo tempo incentivo e coragem para vida, pois é de esperança que é construída a nossa caminhada”.

Gilciane Abreu
Diretora Executiva da Juventude Batista Brasileira

CONTRIBUA

MENTORIA, TREINAMENTO E PALESTRAS

Algumas pessoas se dedicam a produzir conteúdo de espiritualidade. Eu sou um deles. Escrevo e publico em livros, blogs e redes sociais; produzo vídeos e áudios com mensagens; atendo em aconselhamento tanto pessoalmente quanto através de e-mails; realizo palestras em congressos, retiros, acampamentos e igrejas; e promovo encontros para reflexão e treinamento de líderes e pastores. Não sou remunerado por uma instituição ou uma igreja, realizo meu trabalho contando com ofertas financeiras de pessoas que se identificam comigo.

Muita gente se serve deste ministério e alguns se interessam por fazer parte dele de modo mais efetivo. Na esperança de que você seja um deles, gostaria de lhe fazer um convite para se tornar um parceiro ministerial. Através desta parceria tenho condições financeiras de me dedicar ao ministério.

Leia mais informações aqui: http://alexandrerobles.com.br/faca-parte/

icone-santander
SANTANDER
AG 4426
CC 01074337-3
Alexandre Robles
icone-bradesco
BRADESCO
AG 6777-6
CC 0001614-4
Raquel Garcia Coelho
Assine para programar sua contribuição mensal através do Pagseguro:
(clique no botão para escolher a opção de assinatura)

120x53-assinar-azul

Faça uma doação única através do Pagseguro:




Newsletter

Cadastre-se e receba todas as informações sobre o ministério e agenda do Alexandre.

Redes Sociais:

CONTATO

Você pode enviar uma mensagem para o Alexandre através do formulário abaixo.






captcha

Se preferir, escreva para: alexandrerobles@me.com