Publicado em

Apagar as luzes

“Ele é o Cristo”
João Batista

Tão importante quanto começar é saber terminar. Seja uma piada, uma palestra, um livro. É o dilema dos jogadores de futebol para terminarem a carreira na hora certa, ou do pai que precisa passar o comando dos negócios aos filhos.

Para saber sair na hora certa, é necessário começar se preparando para o fim. A única maneira de se manter vital é tornar-se referência aos que assumem seu lugar, ao invés de tentar eternizar-se.

É necessário não se definir através da ocupação. Entender que o que se faz não define quem é. Então ao entregar a sala e retirar a placa da porta, não perderá o referencial de identidade, apenas uma ocupação. É necessário eliminar a competição, a fim de que haja alegria pelo crescimento dos sucessores.

Gosto de João Batista, que entendeu o tempo de “passar o bastão” e disse aos seus discípulos que agora deveriam ser discípulos de Jesus Cristo.

E como todos precisamos saber terminar, vou terminando este texto, apagando as luzes, desejando saber a hora de certa de parar, ainda que esteja apenas começando.

©2005 Alexandre Robles

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *