Publicado em

TEOLOGIA QUÂNTICA

“O Cordeiro foi imolado antes da fundação do mundo e manifestado na história”.
Pedro, o pescador

Pedro entendeu e nos contou algo extraordinário, que tem poder de eliminar a importância de discussões filosóficas e teológicas sobre o tempo, escolhas e processos da salvação. Paulo dizia isso também.

O que eles entendiam é que o evento da crucificação de Jesus de Nazaré já era a Realidade Cósmica sobre a qual todo o Universo se sustenta. E como costuma dizer o profeta contemporâneo Caio Fábio, “antes de Deus dizer Haja Luz, Ele disse Haja Cruz”.

Há anos que vejo que a Física Quântica e da Relatividade contribuem mais para a interpretação do Evangelho em sua relação com o Cosmos, que a Teologia com suas discussões calvinistas, arminianas, e semelhantes, que de tão desconectadas da Revelação simples do pescador e seus amigos e também dos estudos modernos da Física Quântica, padecem hoje da mesma caduquice que o farisaísmo padecia nos dias de Jesus.

Prefiro o deslumbramento da Revelação que não controlo que o conforto das teses da minha lógica.

2015 Alexandre Robles

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *