Publicado em

RECONCILIAÇÃO

Uma das primeiras experiências existências descritas na História da Criação dos Antigos Hebreus, registrada no Gênesis, é a da ruptura das relações. Rompe-se com o Criador e as consequências são rupturas com o próximo, com a criação e consigo mesmo. A experiência da redenção é a reconciliação com o Criador, com a criação, com os semelhantes e consigo mesmo. Como escreve Paulo de Tarso “Deus estava em Cristo, reconciliando consigo o Universo e nos confiou o ministério da reconciliação”.

Benditos os que falam da parte de Deus sobre seu amor e sua Graça acolhedoras; os que nos ensinam a harmonia da vida no Planeta que promove sustento e preservação; os que derrubam muros e constroem pontes entre homens, etnias e culturas; e os que nos guiam à aventura do olhar interno, em busca do conhecimento mais valioso da existência humana, o conhecimento de si mesmo.

2015 Alexandre Robles

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *