Publicado em

Passado é como quarto de infância. Quando a gente se muda, vive outras vidas, cresce e volta pra visitar a casa em que viveu as primeiras histórias, percebe pequeno o ambiente que antes parecia um mundo. É roupa que não cabe mais. Depois que a gente vive novas experiências, não cabe mais no mundo que deixou pra trás.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *