Publicado em

PRECE

Peço a Deus que me livre de reuniões desnecessárias, encontros vaidosos e debates arrogantes; peço que me livre do entorpecimento da cultura rasa, do humor escrachado, da opinião idiota e do consumismo ansioso; que me livre do rancor, da angústia, das fobias e da depressão; peço, sobretudo, a leveza de desfrutar em paz consciente das pequenas alegrias do dia, como o vídeo do meu sobrinho marchando como soldado de cabeça de papel, com a amizade do meu filho que vejo crescer ao meu lado, com o beijo carinhoso de minha esposa e companheira, com um pequeno texto que anime meu espírito, com o refrão de uma música chiclete que me faça viajar pela estrada das lembranças, com a esperança fundamental que, antes, acima e depois de tudo, afirma que minha alma pertence à eternidade, de onde vim e para onde voltarei, eternidade que me visita sempre que consigo desfrutar de modo simples da oração que faço, causando o efeito relativo do tempo, quando a vida inteira cabe num instante eterno. Amém.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *