Publicado em

SEMPRE VAI FALTAR ALGO

Somos incompletos e insatisfeitos. Tais constatações já foram interpretadas como confirmação de que não fomos feitos para este mundo, apenas, mas para o que há de vir; e isso sustentava a nossa esperança na certeza de que tudo aquilo que está em aberto hoje, encontrará explicação e satisfação na eternidade. A isso dávamos o nome de transcendência.

Acontece que passamos a transcender a partir de concretização de pequenos projetos de conquista e de consumo, aqui mesmo. A felicidade divulgada nos finais felizes, o brinquedo tecnológico que promete mudar completamente a vida, o corpo esculpido, etc. Consumir e aparentar felicidade se tornaram a promessa de que seremos completos e satisfeitos.

Já nos alertava o Apóstolo Paulo, de que “se nossa esperança for somente para esta vida, somos os mais infelizes de todos os homens”.

Eu creio que todos nós fomos infantilizados pelo espírito de nossa época hedonista, que toda uma geração desaprendeu o poder da resiliência consciente. Nada vai satisfazer completamente o anseio de eternidade que carregamos na alma.

2015 Alexandre Robles

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *