Publicado em

CADA UM NA SUA

Jesus, como alguns de nós, tinha multidão de seguidores; contudo, Ele não confiava neles (João 2), porque sabia que o abandonariam quando mais precisasse. Como nós, Ele também mantinha sua “network”, seu grupo de parceiros de trabalho e colaboradores, cerca de 70 pessoas com quem compartilhava missão. Como nós, tinha seu pequeno grupo de convivência e amizade, seus 12 apóstolos. Destes, tinha seu grupo de maior intimidade, gente que o via chorando nos momentos mais difíceis, Pedro, Thiago e João. E quando estava morrendo, confiou a João o cuidado de sua mãe.
 
Não se fala à multidão o que somente os grupos menores podem ouvir; não se confia a própria família a pessoas desconhecidas; não se espera intimidade com a multidão de seguidores das redes sociais.
 
Nossa saúde relacional depende do reconhecimento e da importância que damos às diversas redes de relacionamentos que mantemos.
 
2016 Alexandre Robles
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *